Investigação

A Cátedra UNESCO de Educação para a Justiça Social da Universidade Autônoma de Madri tem como um de seus eixos fundamentais o desenvolvimento de pesquisas interdisciplinares de qualidade, em colaboração com outras Cátedras, universidades e centros de pesquisa da UNESCO em Educação e Justiça Social.

Atualmente existem quatro linhas principais de pesquisa em concursos:

    • “Rural 3.0: Aprendizado de Serviço para o Desenvolvimento Rural (RURASL)”. Um projeto financiado pela União Europeia no âmbito da Estratégia ERASMUS + KA2 da Estratégia Europa 2020. O projeto estabelece uma estrutura para uma abordagem transnacional integrada ao ensino e aprendizagem acadêmicos que contribui para o desenvolvimento das áreas rurais, satisfazendo suas necessidades e promovendo a inovação. nessas áreas, através do Service-Learning, como uma metodologia inovadora, e criando parcerias entre comunidades e universidades.
    • Segregação escolar. Esta pesquisa começou a ser realizada em 2014 como resultado do projeto “Escolas em contextos socioeconômicos desafiadores: uma abordagem da educação para a justiça social” (Plano Estadual de I+D, Ref: EDU2014-56118-P). Aproveitando o impulso gerado pelo projeto, esta pesquisa busca aprofundar o conhecimento da segregação escolar para contribuir com a tomada de decisão das políticas públicas educacionais e sociais.

Além disso, a Cátedra faz parte da Rede Internacional de Pesquisa em Educação para a Justiça Social e colabora com três redes de pesquisa: Rede de Pesquisa sobre Aprendizagem de Serviços em Atividade Física e Esporte para Inclusão Social (RIADIS), Rede de Pesquisa em Liderança e Melhoria da Educação (RILME) e Rede Ibero-Americana de Pesquisa sobre Mudança e Eficácia Escolar (RINACE).

No âmbito da Cátedra, foi criado um laboratório de educação e justiça social. Este laboratório de idéias está trabalhando na incorporação das abordagens das epistemologias do sul à Educação para a Justiça Social.

Publicações 2019
Contribuições a congressos 2019
Publicações 2020
Contribuições a congressos 2020