Criatividade e complexidade para inovação educacional e justiça social

O objetivo desta linha é aplicar a criatividade no sentido prático e profundo nas várias áreas que envolvem a Justiça Social e a inovação educacional, servindo de ponte entre a academia e as diversas organizações e grupos educacionais, sociais e culturais.

Esta equipa multidisciplinar nasceu do trabalho realizado no Grupo de Investigação para a Mudança Educacional e Justiça Social, GICE, (2015) pertencente à Faculdade de Formação de Professores e Educação, de onde se geraram vários eventos, coordenou uma Monografia de Criatividade no International Journal of Education for Social Justice (2018) e gerou alguns projetos de inovação entre outros.

Alguns de seus princípios e objetivos são:

    • Potencializar a criatividade como fenômeno individual, social e complexo que nos permite avançar nas fronteiras de sua epistemologia, bem como na episteme de cada pessoa interessada em colocar seus conhecimentos em prática, em coerência com a justiça social e a sustentabilidade ecológica.
    • Promover a criatividade com base na consciência, promovendo um sentido convergente de valores democráticos, inclusivos, justos, sustentáveis ​​e uma cultura de paz.
    • Estimular a troca de experiências em pesquisa, publicação, educação formal e não formal, rede para crescer e contribuir por meio de diferentes eventos e atividades (conferências, congressos, estadias, cursos, performances, entre outros). Colaboramos com a Associação de Criatividade da Espanha ASOCREA e outras redes internacionais de criatividade.
    • Desenvolver um banco de experiências pedagógicas e sociais inovadoras em torno da criatividade e da Justiça Social.
    • Colaborar na formação de especialistas que contribuam com bases científicas fundadas para discursos globais e locais sobre criatividade, comprometendo-se a partir da diversidade de suas disciplinas e atividades, para promover a criatividade na autenticidade, na ética e na justiça social. Atualmente colaboramos com o Programa de Especialistas em Criatividade Aplicada da UAM (anteriormente um Doutorado em Criatividade).
    • Promover a inovação e a transferência de conhecimento na educação. Propomos apoiar escolas que pretendam promover o selo de criatividade, a partir de uma visão transdisciplinar do conhecimento, com um currículo polivalente, o que implica que integrem, para além das disciplinas tradicionais, outros saberes e experiências que convidem ao reforço da interculturalidade; competência socioafetiva e de gênero; valores espirituais, respeito pelas minorias; a inclusão de pessoas com diferentes interesses, orientações e identidades; ampla criatividade e consciência feminista; respeito à vida animal e à natureza, contribuindo assim para uma comunidade educacional comprometida e com um plano estratégico inovador. Para isso, criamos o Núcleo RIEC-UAM-Madrid (2018) pertencente à Rede Internacional de Escolas Criativas, instituição com a qual geramos um acordo de colaboração com a Cátedra Unesco de Justiça Social (2019).